MIA - Secção em Português
José Chasin
foto
1???-1998

 

Bacharelou-se em filosofia na Universidade de São Paulo, em 1962, e, ainda na década de 60, vinculou-se ao grupo de intelectuais liderado por Caio Prado Júnior, que se articulou a partir da Revista Brasiliense. Na luta contra a política de privatização da educação nacional, assumiu a vice-presidência da Campanha pela Defesa da Escola Pública, ao lado de Florestan Fernandes, então presidente. Criou, nesta época, a Editora Senzala, em São Paulo, pela qual publicou obras de pensadores marxistas. Sua carreira acadêmica se inicia em 1972, na Escola de Sociologia e Política de São Paulo, por onde apresentará, em dezembro de 1977, sua tese de doutoramento O Integralismo de Plínio Salgado: forma de regressividade no capitalismo hipertardio. No mesmo ano fundou, juntamente com intelectuais como Nelson Werneck Sodré, a Revista Temas de Ciências Humanas.

Demitido em fins de 1976 da Escola de Sociologia e Política, e encontrando fechadas as portas das universidades brasileiras, Chasin parte para Moçambique, a convite do governo daquele país, e ali, por dois anos, leciona na Universidade Eduardo Mondlane. Retornando ao Brasil em 1980, assume a editoria da Revista Nova Escrita Ensaio, instalando-se em João Pessoa como professor do departamento de filosofia da UFPB. Em 1986, se transfere para o departamento de filosofia da UFMG, onde cria, no mestrado, uma linha de pesquisa orientada aos estudos do pensamento filosófico marxiano.

Formulador da teoria da via colonial de objetivação do capital no Brasil, suas reflexões sobre a realidade brasileira estão contidas na obra O Integralismo de Plínio Salgado: forma de regressividade no capitalismo hipertardio e A Miséria Brasileira – do golpe militar à crise social (1964-1994), e suas pesquisas sobre os lineamentos ontológicos do pensamento de Marx foram reunidas na obra A determinação ontonegativa da politicidade, publicada pela editora Ad Hominem.

Fonte: Editora Anita Garibaldi

 

Atualmente estão disponíveis em Português as seguintes obras:

1977 A "Politicização" da Totalidade: Oposição e Discurso Econômico
1977 Dez Conquistar a Democracia pela Base
1979 As Máquinas Param, Germina a Democracia
1989 A Sucessão na Crise a a Crise na Esquerda - Arquivo em pdf
???? Ao Paraíso pelo Inferno do Trabalho
???? Método Dialético
   
Seja um Voluntário! Se você deseja colaborar com a construção desta biblioteca, ou deseja iniciar uma nova biblioteca para um autor cujo trabalho contribui de alguma maneira para a compreensão do Marxismo, entre em contato conosco.

Inclusão 01/05/2018
Última atualização 20/06/2018