Armand, Inessa
foto

(1874-1920): Francesa, ingressou no Partido Social Democrata em 1903 e em junho de 1907 foi presa quando distribuia propaganda do partido. Foi condenada a 2 anos de exílio na Sibéria, após cumprir a pena mudou-se para Paris travou contato com Lenin e outros exilados russos e em 1911 assumiu a Secretaria do Comitê de Organizações Estrangeiras criado para coordenar os grupos bolcheviques existentes na Europa Ocidental.
Retornou à Rússia em juho de 1912 e dois meses depois foi presa novamente ficando 6 meses na cadeia. Ao sair da prisão foi viver com Lenin e Krupskaya na Galícia e passou a trabalhar na edição do Rabotnitsa (Mulheres Trabalhadoras).
Em março de 1915 organizaou na Suiça a Conferência Internacional das Mulheres Socialistas. Após a Revolução de Outubro integrou o Soviet de Moscou, assumiu posição contrária ao Tratado de Brest-Litovsk.
Integrou a organização Zhenotdel, que lutava pela igualdade das mulheres no seio do Partido Comunista e nos sindicatos. Em 1920 criou a Primeira Conferência Internacional das Mulheres Comunistas.

Leia as obras deste autor no MIA

MIA Secção em Português Temática