MIA - Secção em Português
Max Horkheimer
foto
1895-1973

Filósofo alemão e cientista social, diretor do Instituto para Pesquisa Social de 1930-1958; intimo colaborador de Theodor Adorno, quem combinou o marxismo com influências diversas como Schopenhauer, Dilthey, Nietzsche e Freud. O Instituto para Pesquisa Social fundado em 1923 por Felix Weil para ser uma academia independente de Marxismo pretendia ser o rival da Universidade em padrões de eruditos, e o instituto elaborou importantes pesquisas sobre a história, e condições do movimento dos trabalhadores alemães. Ele foi provavelmente o primeiro a usar a pesquisa de opinião como ferramenta de pesquisa. Outros associados com o Instituto além de Horkheimer e Adorno incluíam Leo Lowenthal, Raymond Aron, Erich Fromm. Herbert Marcuse, Walter Benjamin e Ernest Krenek.

Depois de derrotada a Revolução na Alemanha, em 1923, Horkheimer e outros membros do instituto em algum grau, chegaram a conclusão que a classe trabalhadora nunca seria o veiculo de mudanças sociais simplesmente como resultado do processo de produção, e concluíram que somente o desenvolvimento da teoria seria o cenário da liberdade. Horkheimer foi coautor da Dialética do Esclarecimento com Theodor Adorno na estadia nos EUA nos anos 40, e seu Critica da Razão Instrumental (1947) foi muito lido. Em 1949, Horkheimer voltou a Frankfurt reestabeleceu o Instituto, e aposentou-se na Suíça em 1958.

 

Atualmente estão disponíveis em Português as seguintes obras:

1947 - Jun Dialética do Esclarecimento: Fragmentos Filosóficos
1949 A Indústria Cultural: O Esclarecimento Como Mistificação das Massas
   
Seja um Voluntário! Se você deseja colaborar com a construção desta biblioteca, ou deseja iniciar uma nova biblioteca para um autor cujo trabalho contribui de alguma maneira para a compreensão do Marxismo, entre em contato conosco.

Inclusão 06/06/2018
Última atualização 27/08/2019